O PODER DA FIXAÇÃO

AS SETE COLUNAS DA SABEDORIA
Por Bárbara Barcellos

Em minha casa tenho um quadro, instalado à entrada dos quartos. É um quadro simples, com fotos de papel comum, mas este é o quadro mais lindo da minha casa!
Nesse quadro há fotos de uma infância de muito amor. São fotos da Daniela (Apóstola SOL) e de sua irmã Gabriela, com o pai (Apóstolo Adelino de Carvalho).
Eu acho esse quadro lindo! E há dias em que eu paro e olho para esse quadro, e fico minutos pensando na história linda de amor fraterno representada nesse quadro.
Quanta felicidade pai e filhas transmitem através dessas fotos nesse quadro. Esse quadro do qual descrevo é um presente que as filhas, Daniela e Gabriela, quando ainda adolescentes, deram ao pai.
E segundo ele, orgulhosamente, foi um dos melhores, e maior, presente que ele recebeu das filhas. E certamente, o mais caro, pelo que representa em sua vida.
O poder da fixação é extraordinário. Não tem como passar por esse quadro, ver as fotos, e não sentir o quanto, Daniela e Gabriela, tiveram uma infância feliz.
Eu também gosto muito de espalhar, pela casa, fotos de momentos em família. E isto leva todos na minha casa, adultos e crianças, a momentos especiais de reflexão e gratidão a Deus, pela vida feliz que Ele nos proporciona, nos dá de presente.
Falando de mim. Quando eu tenho um dia mais difícil, eu olho para aquelas fotos, naquele quadro, e penso: Como sou amada por minha família! Experiência incrível!
Quando Neto e Lucas, transitando pela casa, veem nas paredes seus rostinhos com largo e lindo sorriso, essa visão lhes transmite uma alegria ainda maior. E isso acontece porque essa energia de paz, de alegria, de vida feliz, está impregnada na mente deles, registrada na memória deles, e será assim por toda a vida.
Os dias são velozes, as redes sociais nos enchem de informações, e muitas nem mesmo usamos, e ainda nos fazem esquecer, às vezes, das coisas simples que realmente nos importam, como um abraço e o carinho dos filhos, netos, pais e avós.
Espalhe por sua casa, fotos de seus filhos, e netos; crie no ambiente essa força magnética da alegria. E eles, sua família, para sempre saberão do seu carinho, do seu apoio, e do seu cuidado.
Por tudo isso que acabo de descrever, é que esse quadro, é o mais lindo da minha casa. Ele retrata a alegria, a felicidade, da minha família.
“Deem ao Senhor, ó famílias das nações, deem ao Senhor glória e força” (I Crônicas 16:28).

Anúncios

SONHOS – COMBUSTÍVEL PARA VIVER

AS SETE COLUNAS DA SABEDORIA
Por Bárbara Barcellos

“Eles responderam: ‘Tivemos sonhos, mas não há quem os interprete’. Disse-lhes José: ‘Não são de Deus as interpretações? Contem-me os sonhos” (Gênesis 40:8).
Quando lemos na Bíblia a história de José, entendemos porque ele era o filho amado de Jacó. Diferente de seus irmãos, que só viviam o presente, José era sonhador. Ele era apenas um pastor que cuidava das ovelhas de sua família, mas ele sonhava que o sol, a lua e as estrelas se curvavam diante dele.
José tinha sonhos ousados! E seus irmãos zombavam dele, mas Jacó, seu pai, no íntimo de seu coração, sabia exatamente como é difícil pensar grande quando sua própria família te enxerga muito pequeno.
Mas Deus realizou os sonhos de José fazendo dele o homem mais poderoso do Egito.
E o que isso quer dizer?
Isto quer dizer que se o seu filho sonha em ter um carro bacana, uma casa linda e prosperidade, incentive seu filho, o encoraje a continuar sonhando, mesmo que a sua realidade não lhe dê, no momento, a menor esperança para essa realização.
Mas Deus é o realizador de sonhos e gosta dos sonhadores!
Certa vez, numa loja de brinquedos, vi quando um menino escolheu um carrinho para sua coleção; era uma miniatura de Ferrari. E o menino dizia:
“Mamãe eu vou ter esse carro quando eu crescer”. E a mãe respondeu torcendo a boca: “ Só se for de brinquedo! Você não vai ter dinheiro para comprar um carro desses, meu filho, porque é muito caro.”
Aquela mãe, coitada, não sabia que estava amarrando a vida financeira do próprio filho, a quem amava, com aquela negativa.
Observe que temos que vigiar sempre, para não matar a fé e os sonhos de nossos filhos, por causa das nossas frustrações.
Quando eu me encontro com as crianças do Santuário eu ensino a essas a recortar de uma revista o carro e a casa dos seus sonhos, colar no quarto e sonhar em alcançar, quando crescer, com trabalho, honestidade e temor de Deus.
Tudo acontece de acordo com nossa fé! José teve fé que seria o grande provedor de sua família, e foi o grande provedor.
Se você acreditar que seu filho será um miserável, ele assim o será; mas se você acreditar na inteligência e capacidade de seu filho, ele lhe dará orgulho!
O contrário do sonho é a morte. Quem não sonha já morreu.
“Ensine a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 22:6).

PAPO CABEÇA: O TEMPO

Papo cabeça
Por Ana Paula Villar

Deus marcou o tempo certo para cada coisa “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu” (Eclesiastes 3:1).
Eu sempre lia essa passagem, mas nunca me perguntava o que ela significava na minha vida.
E você, já se perguntou qual era o tempo certo para alguma coisa em sua vida?
Você tem deixado Deus agir na sua vida, no tempo dEle? Algumas pessoas acreditam que esperar é perder tempo. Mas esperar não é perder tempo, mas sim, ganhar tempo! Isso pode lhe parecer confuso de início, mas aos poucos você conseguirá entender.
Pense em quantas vezes você fez algo no “calor do momento” e se arrependeu depois. Certamente, você logo pensou que se tivesse esperado as coisas se acalmarem, tudo teria dado certo. E isso acontece porque o tempo é um agente importante em nossa vida, importante nos relacionamentos, na carreira, nas decisões.
O tempo pode determinar se viveremos felizes, ou infelizes. Deus tem planos para nós, ele traçou os nossos caminhos, e somente no caminho traçado por Ele, seremos felizes. Disse Deus: “Todas as coisas são feitas de acordo com o plano e com a decisão de Deus” (Efésios 1:11).
Mas para que aproveitemos da decisão de Deus é preciso que esperemos o tempo certo.
É preciso que deixemos Deus agir no tempo dEle em nossas vidas, e aceitar que nada está nas nossas mãos. Só então seremos felizes, verdadeiramente, pois só Deus sabe o que é melhor para cada um de nós.
Só quando deixarmos Deus agir em nossa vida, é que somos felizes, e para isso precisamos aprender a esperar, e confiar nEle. Tudo acontece na hora certa, precisamos entender que o tempo de Deus não é contado em minutos, horas ou dias, mas sim em aprendizado.
Há momentos na vida em que precisamos correr atrás das conquistas, fazer nossa parte, mas há também os momentos em que devemos esperar em Deus somente, e confiar!
Você precisa também lembrar que o tempo é precioso. Quantas vezes você já perdeu tempo com algo sem importância, enquanto deixou de lado aquilo que realmente importava? Quantas vezes você esqueceu de dizer às pessoas que estão ao seu redor o quanto elas são importantes em sua vida?
Sei que muitas vezes estamos tão acostumados com a presença de alguém em nossas vidas que esquecemos de mostrar a essa pessoa o quão importante ela é para nós. Esquecemos que essas pessoas não estarão ao nosso lado para sempre, e um dia pode ser tarde demais para demonstrar a elas a sua importância em nossa vida.
Uma palavra, no tempo certo, pode fazer toda a diferença na vida de uma pessoa. Sobre isto aprendi, e saiba também.

…NOVA MENTE, NOVO HOMEM!!!

CULTURA DO REINO
Por Suzana de Paiva“Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade, provenientes da verdade” (Efésios 4:22-24).
Importante observar que nosso cérebro recebe, diariamente, um grande e pesado carregamento de informações, tanto boas quanto ruins; tanto importantes quanto desnecessárias. Então, se não filtradas, e muitas não excluídas, automaticamente, vão se acumulando, podendo conduzir nossos pensamentos, e consequentemente nossas ações, e ainda inevitavelmente nosso caráter.
Diz a Palavra de Deus: “Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas” (Colossenses 3:2).
Eu ouvi, recentemente, um homem, se lamentar, dizendo: “Se eu não tivesse ouvido e acumulado tanto lixo na minha mente, hoje eu seria como antes, um homem de bem”. E chorou. E essa lamentação me fez refletir no quanto seria diferente para esse homem se ele tivesse se esforçado em não se permitir corromper por palavras, talvez até bonitas, mas carregadas de informações destruidoras, e mortais.
No mundo espiritual, o esforço é base fundamental para se ter sensatez e equilíbrio em todas as esferas da vida, missão nada fácil, se não em Deus. Mas mediante nosso esforço, alcançamos vitória, “Esforçai-vos e não desfaleçam as vossas mãos, pois a vossa obra tem uma recompensa” (II Crônicas 15:7).
Tudo está na mente; as mãos, como todo nosso corpo, obedecem ao comando da mente. E se buscamos em Deus a direção, como bravos guerreiros que somos, alcançamos vitórias em nossos propósitos, “Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder, de amor, e de equilíbrio” (II Timóteo 1:7).
Estamos vivendo um novo tempo, e o Espírito revelador de mistérios tem trazido ao povo de Deus profundas e fortes revelações da Palavra, revelações à nova mente do novo homem; mudou a mente, muda tudo, pois, repetindo, tudo está na mente: A dúvida, ou a conquista; a derrota, ou a vitória; o fracasso, ou o sucesso; o medo, ou a fé; a fraqueza, ou a força; o comodismo, ou a reação; parar, ou seguir, tudo está na mente.
“Quanto ao mais irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4:8).
E conquistar, por esforço, a mente de Cristo, é Cultura do Reino!
E isto não seria possível, senão pela renovação da mente, “Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo” (II Timóteo 2:7).

FIDELIDADE NO DIZIMO É VIDA FINANCEIRA BEM SUCEDIDA


A BÊNÇÃO DO DÍZIMO
Por Bispo Welligton Ribeiro

Estamos no ano do Jubileu do Monte Maanaim. 2017 é o ano em que Deus está fazendo maravilhas tanto mais excelentes na vida de Seu povo dentro dos Santuários espalhados por todo o Brasil, e essa grandeza que vem de Deus para nossas vidas, vem com a unção do Monte Maanaim que completa, nesse ano, 7 anos de muitos testemunhos de milagres.
O Monte Maanaim é o Monte dos grandes milagres de Deus, e milhares de pessoas vão a este Monte receber o que buscam, conduzidas pela fé que as levam antes ao Santuário do Reino dos Céus. No Santuário essas pessoas, que formam grande multidão, aprendem como praticar a fé que traz o resultado, a resposta de Deus para suas vidas.
E nessa visão, visão apostólica de Cristo, chegam ao Monte Maanaim e recebem de Deus o seu milagre. Aprendemos pela Palavra que o compromisso de Deus é com o filho FIEL, continuamente, fiel todos os dias, “Portanto, diz o Senhor Deus de Israel: Na verdade tinha falado eu que a tua casa e a casa de teu pai andariam diante de mim perpetuamente; porém agora diz o Senhor: Longe de mim tal coisa, porque aos que me honram honrarei, porém os que me desprezam serão desprezados” (I Samuel 2:30).
Deus é Pai de amor, e nos ensina tudo pela Palavra, todo ensinamento está registrado nas sagradas escrituras. Jeová Jireh é o Deus Provedor, o Deus que provê a abastança para Seus filhos fiéis.
E essa promessa, que é ordem de Deus, está registrada no livro do profeta Malaquias, onde o Senhor nos ensina o segredo para se ter prosperidade, que é diferente de riqueza. Prosperidade é bênção sem medida, a bênção resultante da nossa fidelidade ao Deus Provedor, bênção que nos traz riquezas espirituais, providencias de Jeová Jireh. E aprendendo esse segredo espiritual, multidões tem alcançado grandes vitórias, as quais no dia a dia se transformam em grandes conquistas da fé.
Disse Deus, “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes” (Malaquias 3:10).
Pode parecer-lhe repetitivo esse versículo nas minhas colunas, mas neste versículo está o segredo da prosperidade. No cumprimento desta ordem divina está a resposta do Deus Provedor, dono do Ouro e da Prata, Jeová Jireh.
Deus ensina a ser fiel no dízimo, e promete proteção aos bens de Seu povo, repreendendo o devorador, “E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos” (Malaquias 3:11).
O compromisso de Deus – Jeová Jireh – é dar o de melhor aos filhos obedientes, dizimistas fiéis, “Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra” (Isaías 1:19).

 

PAZ E LUZ!

Coluna: Salvação
Por Missionária Neusa Dias

“Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte, lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (1 Pedro 5:6,7)).
Muita gente não sabe, ou não reconhece, que viver ansioso, preocupado, temendo o futuro é o mesmo que ser orgulhoso.
Ouça o Deus que te criou, Ele, dentro de você, diz: “Eu sou aquele que te conforta; Aquele que fez promessa, infalível, de te cercar de cuidados. Vê seus inimigos ao seu derredor? Todos são como nada para mim, e por mais gigantescos que pareçam ser, são como gafanhotos ao meu sopro. Meu filho, minha filha, toda vez que você sente medo, se sente inseguro, ameaçado, você diz com suas atitudes que não confia em mim para te socorrer, e te livrar. E isto muito me aborrece, pois você se ampara em seus próprios recursos, tão frágeis e falíveis!
Muito me entristeço quando você faz a opção em se assegurar na sua autossuficiência tão pequenina, ao invés de crer na minha provisão da qual sou conhecido. Creia na minha graça, creia que seus dias, tanto presentes, quanto futuros, são sustentados por mim. Você se sente ansioso, ansiosa? Abandone seu orgulho, e seja dependente de mim, que Sou seu Deus, e alicerce sua fé no poder todo-suficiente da minha graça”.
No texto de 1 Pedro 5. 6-7 “Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte, lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”, o apóstolo Pedro, o outrora afoito, ansioso, demasiadamente preocupado, agora disciplina os irmãos da primeira igreja a viverem dependentes da soberania de Deus.
A igreja primitiva tinha grandes motivos para se preocupar, eram perseguidos; torturados; lançados aos leões; decapitados, sofriam todo tipo de humilhação e terror. Então motivos eles tinham para se preocupar. Mas Pedro, então, cheio do Espírito Santo, louco de fé, aquele mesmo Pedro que Jesus havia lhe chamado a atenção, por várias vezes, por ter desconfiado da proteção divina, ensina a igreja de Cristo pela Palavra a humilhar, a lançar as preocupações, a ansiedade, nas mãos de Deus, para que Ele no tempo certo a exalte. Isto é realmente a chamada transformação da mente, conversão, fé inteligente, confiança no Altíssimo!
Preocupação indevida é uma forma de orgulho. Agora, porque, que lançar as nossas ansiedades sobre o Deus Todo-Poderoso é o oposto do orgulho? Porque o orgulhoso não admite sofrer ansiedade. Ele se sente autossuficiente.
O humilde é cheio de fé, e a fé faz da pessoa um servo; necessitado da misericórdia de Deus, e pronto a servir. O humilde admite a necessidade de ajuda. O orgulhoso, não. Portanto, o caminho é humilhar-se diante do Altíssimo, admitindo, voluntariamente, que somente Ele é o Senhor de nossas vidas, e conscientes, de que só há salvação na igreja, fora da igreja, não há salvação.

 

…NOSSA FAMÍLIA NAS MÃOS DE DEUS

Coluna Cultura do Reino
Por Suzana de Paiva

“Toda a escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça” (II Timóteo 3:16). 

Nessa passagem, O Todo-Poderoso nos assegura que toda A Bíblia procede do Seu Espírito, para ensinar, repreender, corrigir, e instruir o homem, criados à Sua imagem e semelhança. E vivendo o Reino dos Céus na Terra aprendemos a reverenciar a Bíblia, verdadeiramente sagrada. E no dia 15 de julho, último, vivi uma experiência de FÉ extraordinária, expressamente espiritual e linda, no MONUMENTO DA BÍBLIA, à entrada do Monte Maanaim, recebendo os romeiros de FÉ.
O monumento da Bíblia no Monte Maanaim foi consagrado para que a multidão de romeiros ao entrar pelos largos portões deste monte santo, curvem-se à autoridade do Todo-Poderoso diante da Palavra, e apresentem a família, buscando para esta a salvação, “Crê no Senhor Jesus e será salvo tu e a tua casa” (Atos 16:31).
E então conduzidos pela Palavra, cada pessoa de fé revelada, (O DAVI da sua casa) ao entrar o Monte segue diretamente para o monumento da BÍBLIA, onde se prostra de joelhos, com temor e tremor, e com reverência busca a soberania do Todo-Poderoso, para que haja salvação em sua casa, “De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor…” (Filipenses 2:12).
O Reino dos Céus, igreja apostólica de Cristo, traz a Palavra revelada ao entendimento do cristão, também revelado. E sob esta visão, visão do poderio de Deus, visão que conduz o cristão à salvação da família, o Apóstolo DAVI Adelino de Carvalho, quando consagrou este monumento junto com seus companheiros presbíteros, oficiais, guardiões e jovens, de todo o Brasil, e com seus discípulos (ministros do altar), levantou grande clamor, buscando a salvação das famílias.
“E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. E, perseverando unanimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria, e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar” (Atos 2:42-47).
E hoje, crendo nos profetas de Deus, toda pessoa que entra o Monte Maanaim se dirige ao monumento da Bíblia, buscando pela salvação de sua família, “Quem deu crédito à nossa pregação?… (Isaías 53:1).
Sujeitemo-nos ao Todo-Poderoso! É mandamento sagrado; Dar crédito aos Seus profetas é cultura do Reino.